quarta-feira, 12 de março de 2014

Ninguém quis se responsabilizar


Ninguém soube como começou,
Ninguém soube como terminou,
Ninguém viu para qual lado foram,
Ninguém quis dizer nenhuma palavra,
Ninguém quis ouvir um ao outro,
Ninguém se quer olhou para trás.

Ninguém quis pensar sobre o problema,
Ninguém quis sentir a dor de estar suspenso,
Ninguém quis ser o algodão de si mesmo e/ou do outro.

Ninguém quis derramar uma lágrima,
Ninguém quis se despedir.
Ninguém limpou as feridas,
Então, ambos ficaram com suas feridas abertas,
Caminhando em busca de cuidados, afeto.

Em busca de um algodão que possa enxugar as suas lágrimas,
que possa confortar o seu coração.